Critica: Moonlight

Em seu segundo longa o Diretor Barry Jenkins explora sexualidade, Bullying, drogas e o peso de se crescer em uma sociedade preconceituosa.

Moonlight não é um filme fácil de se assistir a direção do filme é pesada e não tem medo de mostrar tudo que a América tenta esconder, o filme nos conta a história do menino Chiron, e seu roteiro é explorado em três atos sua infância, adolescência e vida adulta. O primeiro ato do filme é a infância de Chiron, o diretor explora o lado sonhador da criança e como a influencia de uma figura do mesmo sexo é importante pra seu amadurecimento, quando criança Chiron conhece Juan (Mahershala Ali), um traficante que o salva de um bando de garotos que estão tentando o espancar, após isso o garoto cria um laço com seu salvador e sua esposa Teresa (Janelle Monáe) a influência e importância que Juan e Tresa tem para a primeira fase de Chiron é algo lindo de se ver, o diretor coloca todos os detalhes nas entre linhas e os explora apenas no final do filme. No primeiro ato também descobrimos como Chiron se relaciona com sua mãe Paula (Naomie Harris) uma viciada em Crack que está se lixando para a criação ou apenas demonstrar afeição por seu pequeno filho.

O segundo ato mostra como a criança de Chiron se tornou um adolescente introvertido e frágil, o garoto que sofre Bullying na escola enfrenta seus problemas com mais fervor do que nunca, o histórico de sua mãe com drogas começa a afetar sua vida pessoal e particular, o peso e a angustia de Chiron é muito palpável em tela, e seus únicos refúgios são Teresa e seu amigo Kevin, é aqui que descobrimos um pouco mais sobre a personalidade de nosso protagonista, Chiron é gay porém com sua vida extremamente difícil isso se torna algo em que o mesmo não pode assumir para si ou para sua mãe já que a mesma não se importa com o personagem. O diretor também trabalha muito bem a mudança e evolução do personagem, após ser espancado em sua escola Chiron tem uma epifania e decide mudar sua vida, o jeito que o diretor mostra isso nos dá arrepio, e quando o personagem decide tomar uma atitude em rumo a sua vida o resultado é espetacularmente bem feito e após seus atos o mesmo sofre consequências mas o personagem parece não se importar e isso fica muito real para o espectador já que sempre estamos na torcida para que o mesmo de a volta por cima.

O ato final do filme nos mostras o Homem em que Chiron se tornou e posto em cena parece que estamos vendo outro personagem, Chiron já não é mais um garoto franzino e introvertido, o homem que Chiron se tornou tem influência apenas de uma figura paternal em sua vida: Juan, Toda amargura, e sofrimento do personagens estão nos olhos do ator Trevante Rhodes que merece uma indicação ao Oscar. O homem que Chiron se tornou é frio e calculista e sempre se pega pensando em seu passado e nós como espectadores conseguimos entender o motivo de Chiron ter se tornado o que se tornou já que os 3 atos são extremamente bem trabalhados.

Em termos técnicos o filme é perfeito, a fotografia com sua palheta de cores azulada realça os sentimentos do protagonista e transmite conforto, os diálogos são muito verdadeiros e nunca caem em clichês ou se tornam artificiais, e por fim a trilha sonora do filme é o que mais nos impressiona, o filme em si não tem uma trilha sonora presenta, essa trilha só é apresentada junto com os sentimentos de seu protagonista em momentos de ódio, tristeza,alegria ou até para mostrar o amadurecimento do personagem o diretor decide colocar um pouco de musicá e isso é confortante pois quando os diálogos são ditos com o som ambiente nos sentimos muito mais imersos no filme.

Moonlight é o exemplo perfeito de que um bom roteiro nas mãos certas pode se tornar uma obra de arte.

Nota: 10
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s